Please reload

Recent Posts

Amar, Entregar e Meditar

April 7, 2016

1/3
Please reload

Featured Posts

Como é bom dormir bem...

April 25, 2016

 

Durante o período de tempo em que estamos a dormir, dá-se a suspensão temporária da nossa atividade perceptivo-sensorial e motora. É um período de repouso para o nosso corpo, mente e espírito, em que a consciência está em inatividade parcial ou completa. Muitas vezes, o nosso espírito aproveita para restaurar a sua energia, no entanto também podem ocorrer diversas outras situações que serão abordadas mais à frente…

 

Hoje, vamos focar-nos nos benefícios físicos que ocorrem durante o sono pois o nosso organismo desenvolve funções importantíssimas para a nossa saúde durante este período de repouso. O sono fortalece o sistema imunológico, liberta a secreção de hormônios, como o de crescimento e a insulina, consolida a memória, restaura a nossa energia física e relaxa a nossa musculatura. Também deixa a pele mais bonita e saudável.

 

É um total contra senso o facto de que, num mundo em que cerca de 16 a 40% das pessoas em geral sofrem de insónia, existam pessoas que, iludidas pelos valores da sociedade consumista, se esforçam por reduzir o número de horas de sono diário, ignorando a importância que o sono tem no funcionamento do nosso organismo e da nossa mente.

 

Dormir não é apenas uma necessidade de descanso mental e físico: durante o sono ocorrem vários processos metabólicos que, se alterados, podem afetar o equilíbrio de todo o organismo a curto, médio e, mesmo, a longo prazo. 

 

Embora todos saibamos os principais benefícios de uma boa noite de sono, vou listar algumas das consequências da privação de horas de sono para que tenha mais consciência do mal que faz dormir pouco e de como pode melhorar a sua saúde e bem-estar em geral, simplesmente por passar a permitir-se dormir as horas necessárias e dar ao seu corpo o merecido descanso. Inúmeros estudos científicos têm sustentado ao longo dos anos as seguintes consequências da falta de sono.


Consequências da falta de sono

  • Menor vigor físico

  • Diminuição da atenção e memória

  • Raciocínio lento desorganizado

  • Sensação de cansaço e dor de cabeça

  • Alterações de humor, irritabilidade e desânimo

  • Envelhecimento precoce do corpo e mente

  • Maior propensão a infecções

  • Mais probabilidade de hipertensão e diabetes

  • Tendência a desenvolver obesidade

  • Tendência a depressão

Por exemplo, num estudo realizado pela Universidade de Stanford, EUA, tomografias computadorizadas do cérebro de jovens privados de sono mostram redução do metabolismo nas regiões frontais (responsáveis pela capacidade de planear e de executar tarefas) e no cerebelo (responsável pela coordenação motora). Esse processo leva a dificuldades na capacidade de acumular conhecimento e alterações do humor, comprometendo a criatividade, a atenção e a memória.

 

O sono e a produção de hormônios no nosso organismo

 

A longo prazo, a privação do sono pode comprometer seriamente a saúde, uma vez que é durante o sono que são produzidos alguns hormônios que desempenham papéis vitais no funcionamento do nosso organismo. 

 

Por exemplo, o pico de produção do hormônio do crescimento (também conhecido como GH, de sua sigla em inglês, Growth Hormone) ocorre durante a primeira fase do sono profundo, aproximadamente meia hora após uma pessoa adormecer. Qual é o papel do GH? Entre outras funções, ele ajuda a manter o tônus muscular, evita a acumulação de gordura, melhora o desempenho físico e combate a osteoporose.

 

A leptina, hormônio capaz de controlar a sensação de saciedade, também é libertada durante o sono. Pessoas que permanecem acordadas por períodos superiores ao recomendado, produzem menores quantidades de leptina. Resultado: o corpo sente necessidade de ingerir maiores quantidades de hidratos de carbono, carboidratos ou açucares.

 

Com a redução das horas de sono, a probabilidade de desenvolver diabetes também aumenta. A falta de sono inibe a produção de insulina (hormônio que retira o açúcar do sangue) pelo pâncreas, além de elevar a quantidade de cortisol, o hormônio do stress, que tem efeitos contrários aos da insulina, fazendo com que se eleve a taxa de glicose (açúcar) no sangue, o que pode levar a um estado pré-diabético ou, mesmo, aos diabetes propriamente ditos. Noutro estudo, homens que dormiram apenas quatro horas por noite, durante uma semana, passaram a apresentar intolerância à glicose (estado pré-diabético). 

 

Alguns hormônios que estão relacionados com o sono e a obesidade

 

  • Cortisol: hormônios que aumentam quando estamos sob stress e são responsáveis por armazenar gorduras no nosso corpo

  • Grelina: outro hormônio responsável por armazenar gorduras no nosso corpo

  • Leptina: neuromodulador, responsável por controlar a saciedade; quando não dormimos bem, a sua produção é reduzida

Mas qual é a quantidade ideal de horas de sono? 

 

Embora essa necessidade seja uma característica individual, a média da população adulta necessita de 7 a 8 horas de sono diárias. Falando em crianças, é especialmente importante que seja respeitado um período de 9 a 11 horas de sono, uma vez que, quando elas não dormem o suficiente, ficam irritadiças, além de terem comprometimento de seu crescimento (devido ao problema já mencionado sobre a diminuição do hormônio do crescimento), do aprendizado e da concentração. 


Dicas para Dormir Melhor

  • Pratique exercícios físicos regularmente, basta uma caminhada ou uma prática de yoga

  • Durma num local confortável, fresco, escuro e silencioso

  • Faça uma refeição leve antes de dormir: deixar o estômago vazio atrapalha o sono

  • Tome um banho quentinho antes de dormir com óleos ou sais relaxantes 

  • Crie uma rotina para adormecer e acordar sempre no mesmo horário

  • Relaxe sua mente, livre-se dos pensamentos, preocupações e ansiedade

  • Evite o excesso de estimulantes como o chá preto, café, refrigerantes e bebidas alcoólicas

  • Evite ingerir tranquilizantes, relaxantes e remédios para dormir pois podem causar dependência

  • Vá para a cama quando estiver com sono, não lute contra o cansaço…

  • Medite. Vários estudos científicos sustentam que a meditação é uma técnica eficaz para reduzir a tensão, aumentar a criatividade e trazer a profunda sensação de paz interior. Meditar ajuda, de facto, a aprofundar o descanso. Quinze minutos por dia é o suficiente para obter resultados

Para mais informações sobre como andar mais relaxado(a), renovar a sua energia e como fazer pequenas meditações extremamente úteis ao nosso bem-estar físico e emocional, clique aqui: Vamos limpar a nossa energia.

 

Como ninguém está completamente livre de preocupações, os Florais de Bach também são um ótimo auxílio ao nosso bem-estar emocional. Constituem essências florais 100% naturais que não causam qualquer dependência ou efeito secundário. Se quiser saber mais acerca do poder maravilhoso que as flores exercem no nosso organismo, clique aqui: Introdução aos Florais de Bach.

 

Cuidarmos do nosso estado mental e emocional é tão ou mais importante do que cuidarmos do nosso físico pois nós somos um só ser constituído por corpo, mente e espírito. Tudo está ligado entre si. E quando a nossa energia está em harmonia, o nosso corpo promove o seu próprio equilíbrio e cura-se a si mesmo…

 

Espero que este artigo tenha contribuído para o seu bem-estar. Lembre-se: temos que cuidar de nós próprios para podermos cuidar dos outros e viver uma vida plena de paz, harmonia e sucesso. Tudo de bom para si!

 

Até breve :)

 

Matilde de Melo

Terapeuta & Directora 

 

www.divinesoulclinic.com

 

 

Please reload

Follow Us
Search By Tags
Please reload

Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Approved Training Provider 

Internationally Certified 

Natural Therapist

Internationally Certified 

Full Member

Professional Membership & Insurance

© DIVINE SOUL CLINIC International Institute for Holistic Therapies

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon